RESENHA: Os 13 Porquês (O livro e a série)

SINOPSE: “Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma colega de classe e antiga paquera, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.”


Estava querendo ler esse livro há mais de 1 ano e sempre o fui deixando pra depois por conta da minha enorme pilha de leitura. Mas graças a doce pressão do Netflix, que transformou a história em série, não pude mais postergar. E ainda bem, porque me arrependi de ter esperado tanto tempo. 😉


Ponto fortíssimo do livro: Não tem como largar a leitura antes do final! Eu, basicamente, devorei esse livro de tão rápido que o li. Onde eu parava, eu lia. Na verdade, eu o lia até andando na rua. É sério! A história realmente me prendeu.


O livro trata sobre Bullying de uma forma bem singular. Cheio de tensão e com uma atmosfera melancólica, a história nos dá um tapa na cara.
Com uma dupla narrativa simultânea, o autor emerge o leitor nas lembranças de Clay e nos “porquês” de Hannah. Em alguns momentos durante a leitura eu tinha que lembrar a mim mesma que não adiantava torcer pela Hannah, não adiantava torcer pra que as coisas dessem certo porque já tinham dado errado.
Enquanto lia, me sentia tão impotente quanto Clay, com uma sensação de nó no estômago, que não passou mesmo depois de virar a última página.

“Não dá para voltar atrás, para o jeito como as coisas eram. (…)
Tudo que a gente realmente possui… é o agora.”

Sobre a série: Logo após ter terminado a leitura, comecei assistir a série produzida pelo Netflix.
Uma coisa diferente do livro que de cara me chamou a atenção foi o fato do Clay não ter ouvido todas as fitas em uma única madrugada. Ele foi ouvindo aos poucos, indo ao colégio e convivendo com os outros estudantes, outros “porquês”, responsáveis pela morte de Hannah. Isso fez com que sentíssemos ainda mais a angústia do personagem. Entendi essa mudança de perspectiva e achei que ficou melhor, visualmente falando. Em compensação, não curti muito a forma com que o personagem Tony surgia à todo momento. Suas aparições ficaram cansativas e com uma áurea onipresente e onisciente dentro dos acontecimentos.

Cena da Série “Os 13 Porquês” produzida pelo Netflix

Gostei muito de poder ver os pais da Hannah e a luta deles em tentar entender os motivos que levaram sua filha a tirar a própria vida. No livro, eles apenas são levemente citados, sem muito destaque na narrativa.

Finalizei a série com uma angústia bizarra. Fiquei numa bad vibe de dar gosto. Chorei muito em uma parte específica do último episódio e me coloquei no lugar de vários personagens dessa história.
A série parece bobinha se assistida com olhos superficiais. Mas, a mesma trata de um assunto muito pesado e bem sério, que é deixado de lado e às vezes, pouco notado pela maioria das pessoas que não vivencia o problema.

Todos nós já fomos adolescentes. Todos nós já passamos por essa etapa da vida onde tudo é um milhão de vezes mais forte e impactante do que realmente é. E sabemos que dentro desse turbilhão de emoções, também já sofremos ou fizemos alguém sofrer Bullying. Que já tivemos “porquês” ou já fomos um “porquê”, mas no fim superamos, ou não. Mas, infelizmente, nem todos tem a mesma sorte.

Temos que ter em mente que nossas atitudes, tudo que falamos ou a forma como agimos, têm impacto na vida das pessoas. E muitas vezes, esse impacto perpetua.

“Acho que essa é a questão central. Ninguém sabe ao certo quanto impacto tem na vida dos outros. Muitas vezes não temos noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito.”

“Quando você estraga uma parte da vida de alguém, você estraga a vida inteira da pessoa.”

Acredito que, mesmo que você nunca tenha sofrido Bullying ou nunca tenha causado esse mal a alguém, ou acredite que nunca tenha causado, precisa ler este livro e assistir essa série. Porque assuntos como esse, discutido de forma tão aberta, é sempre muito válido.

Fica a dica!

Livro: Os 13 Porquês
Autora: Jay Asher
Editora: Ática
Páginas: 256
Nota:

 

 

Beijinhos e até a próxima! 🙂

Comentários

Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.

Site Rodapé

Sidebar deslocada